Technologie du béton cellulaire en Côte d'Ivoire!
Puissance thermique, acoustique et écologique!

Há uma simples razão pela qual este Boeing 737 não foi destruído esta semana no Aeroporto de Jiuzhai Huanglong, na China, em vez disso foi seu trem de pouso que destruiu a pista de concreto: não é nem uma pista, nem concreto. Ao menos, no sentido tradicional.

É uma tecnologia chamada EMAS – Engineered Materials Arresting System (Sistema de Frenagem com Materiais de Engenharia), e ele pode salvar sua vida um dia.

O Boeing 737 foi utilizado para testar a eficácia do material. Como você pode ver nas imagens, ele funcionou perfeitamente.

 mais

A água esta tão próxima das extremidades das pistas de pouso do Aeroporto Groton-New em Londres, que não há nenhuma maneira ambientalmente sensível para a construção das áreas de segurança da pista, conforme exigido pela FAA em 2015; mas um sistema baseado em Concreto Celular pode atender o mandato da FAA.

 mais

A lista abaixo apresenta apenas alguns dos problemas que podem ser solucionados com concreto celular. Ela foi elaborada focando apenas problemas de construção em edificações, ao invés de problemas geotécnicos e de infraestrutura, onde o concreto celular também é utilizado com excelentes resultados.

O concreto celular reduz tanto o peso quanto o custo comparando-se com o concreto de alta densidade, enquanto mantém muitas das propriedades que tornam o concreto um precioso material de construção. A resistência é reduzida assim que a reduzimos sua densidade, desta maneira o uso do concreto celular não é recomendado em algumas aplicações.

Piso de concreto afundando com espaços vazios sob a laje.

Solução: O concreto celular numa densidade entre 640 a 960 kg/m3 irá fluir facilmente, penetrando até mesmo nas menores passagens para preencher todos os espaços vazios existentes.

 mais